Os contabilistas como parte da solução

Vivemos uma emergência sanitária sem paralelo e que para sempre será recordada por esta geração. Uma crise planetária, potencializada pela permanente ligação pessoal, política, comercial, cultural e social que hoje, mais do que nunca, une diferentes povos, empresas e economias. Todos dependem de todos no combate a este inimigo invisível a que se denominou de “COVID-19”, com a adoção de medidas de promoção de boas práticas de saúde pública. Todos estamos ligados nos desafios que a nossa economia terá pela frente com a quebra da procura e da confiança que esta paralisação forçada está a originar.

Os problemas económicos resultantes da crise de saúde pública que enfrentamos afetarão a produção, a comercialização e o consumo de produtos e serviços, perspectivando-se a sua duração numa relação direta com a celeridade com que demoraremos a derrotar este vírus, podendo-se assim ter urna desejável recuperação em “V” ao invés de uma retorna em “U”.

Contudo, a forte contração económica que se avizinha, ao contrário das vividas em anteriores crises económicas e financeiras, é esperada, para não dizer inevitável tendo em conta o atual cenário. E, assim, necessário tomar medidas, adotar procedimentos e reforçar laços entre o poder político, os contabilistas certificados e os empresários.

A contabilidade é uma ferramenta, agora mais do que nunca, fundamental em tempos de crise. Como ciência que fornece ao empresário informação financeira e de gestão estratégica, permite que as empresas ultrapassem os desafios com menos mazelas e mais rapidamente, para assim melhor se alavancarem quando o ciclo inverter e alcançarem patamares de produção superiores aos verificados antes da crise. Os contabilistas certificados perante qualquer contexto – seja em tempos de prosperidade, crise ou retoma -, executam as suas funções com rigor e competência, dedicação e árduo trabalho, devendo ser valorizados, respeitados e auscultados pelos empresários e pelo poder político. É a eles que devem ser disponibilizados todos os dados, ferramentas e condições que lhes permitam aconselhar e orientar os empresários. Os contabilistas certificados, em tempos como os de hoje, são os verdadeiros braços direitos das nossas empresas e da nossa economia

Todos estão e vão ser postos à prova: políticos, contabilistas, empresários e cidadãos, sendo em períodos corno este que devemos, ativamente, procurar soluções para os desafios que nos serão colocados. É este o momento, quando a avalanche de problemas se começa a avolumar, em que os profissionais vão assumir-se como fazendo parte da solução.

Até que esta espécie de tempestade perfeita se desvaneça, tudo devemos fazer para cuidar da família e da comunidade em que estamos inseridos. Estou convicta que ultrapassaremos esta crise com uma força renovada, resguardando a saúde de todos os que nos são mais próximas.Que a adversidade seja o ponto de partida para que encontremos novas formas de nos relacionarmos e de construir um futuro mais sólido, redefinindo a profissão os seus paradigmas.

https://www.occ.pt/fotos/editor2/jnego_bastonaria24marco2020.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.